"o pior analfabeto é o analfabeto político..." Bertold Brecht

.quem sou

.Março 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.recentemente

. Dia do Pai...

. O analfabeto político

. Um cravo de Fraternidade

. Abril, mês dos cravos e d...

. Com irregularidades, mas ...

. Poema...

. Digam lá se isto não é de...

. O que nasce torto…

. Erro de autarca põe idoso...

. Homens e mulheres unidos ...

.as escolhas

. todas as tags

.outras andanças

.fotomemória

.companheiros

. Migração

.Ofeliazinha

Ofeliazinha

.Fraternidade

Fraternidade
Estou no Blog.com.pt

.Quantos já passaram

Sexta-feira, 4 de Fevereiro de 2005

O sonho tem Partido

CHE003.jpg
«(…) E se nos dissessem que somos quase uns românticos, que somos uns idealistas inveterados, que estamos a pensar em coisas impossíveis, (…), nós temos de contestar, uma e mil vezes, que sim, que sim se pode, que estamos no certo, que todo o povo pode ir avançando(…). Tem de ser assim, deve ser assim, e assim é que será, companheiros, será assim, porque vocês são jovens comunistas, criadores da sociedade perfeita (…).» Ernesto Che Guevara, num discurso proferido a 20 de Outubro de 1962.


Esta semana a Juventude Comunista Portuguesa celebra 25 anos de existência e luta por uma sociedade mais justa, mais fraterna, mais solidária. Uma sociedade sem exploradores nem explorados!
Uma sociedade onde todos tenham igualdade de direitos e oportunidades independentemente da classe social a que pertençam!
Uma sociedade onde o acesso à educação de qualidade seja um direito de todos e não um privilégio de alguns!
Uma sociedade onde o direito à saúde e à segurança social seja uma realidade para todos, e não apenas para alguns privilegiados!
Uma sociedade onde todos tenham direito à habitação condigna!
Ao sonho de construção desta sociedade nova, muitos chamam utopia, outros ilusão. Para os jovens comunistas, e para todos os que acreditam que “Transformar é Possível!”, que a transformação da sociedade pode ser uma realidade, “O sonho tem Partido” e a acção e intervenção diária de todos os que acreditam neste sonho, contribui decisivamente para a transformação necessária.
Ao longo de 25 anos de existência, muitos são os que têm acreditado neste sonho, muitos são os que têm lutado, sem protagonismos individuais, sem aspirações a tachos, sem procurar “jobs for the boys”, pela transformação necessária da nossa sociedade.
Mesmo numa época em que somos governados por uma coligação de direita, neo-liberal e retrógrada, que tem pautado a sua acção por ataques sistemáticos aos direitos e conquistas de Abril e da liberdade!
Mesmo numa época em que o PSD/CDS-PP, com o aval do PS criam uma lei dos Partidos que visa essencialmente prejudicar a acção e intervenção dos comunistas. Uma lei que atenta contra as liberdades e garantias individuais consagradas na Constituição da República Portuguesa, porque impõe formas de funcionamento interno, retirando os militantes o poder de decisão sobre o funcionamento do seu Partido!
Mesmo numa época em que Santana e Portas tentam criar um clima de terror e medo, mandando fragatas vigiar um barco cujo principal objectivo era sensibilizar para um dos graves problemas da nossa sociedade, o aborto; ou mandam a polícia de choque intervir em manifestações pacíficas de estudantes que apenas querem defender um direito que lhes está constitucionalmente garantido: o da educação pública e tendencialmente gratuita!
Mesmo numa época em que se tenta criar dificuldades à acção organizada dos trabalhadores e dos sindicatos, criando um Código do Trabalho que não só retira direitos aos trabalhadores, como contribui para desequilibrar ainda mais a relação de trabalho, pondo “a faca e o queijo” nas mãos dos patrões.
Há quem continue a ter sonhos! Há quem continue a lutar pela educação pública, gratuita e de qualidade! Há quem continue a lutar por mais e melhor saúde e segurança social! Há quem continue a lutar por mais e melhores direitos para os trabalhadores! Há quem continue a lutar pela emancipação das mulheres, contra as discriminações sexuais! Há quem continue a lutar pela educação sexual nas escolas, pelo direito a uma maternidade consciente! Há quem continue a lutar em defesa dos valores de Abril, pela construção de uma sociedade melhor!
Porque “mesmo na noite mais escura/em tempos de servidão/há sempre alguém que resiste/há sempre alguém que diz não!”…
Porque “O sonho tem Partido”!
A luta continua!

Lurdes Branco

analfabetado por ilheu às 15:58

para onde devo ir | ajuizar | juntar...
|

.memórias

. Março 2009

. Junho 2007

. Junho 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

.Ofeliazinha

Ofeliazinha

.fotomemória

.Quantos já passaram

.subscrever feeds