"o pior analfabeto é o analfabeto político..." Bertold Brecht

.quem sou

.Março 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.recentemente

. Dia do Pai...

. O analfabeto político

. Um cravo de Fraternidade

. Abril, mês dos cravos e d...

. Com irregularidades, mas ...

. Poema...

. Digam lá se isto não é de...

. O que nasce torto…

. Erro de autarca põe idoso...

. Homens e mulheres unidos ...

.as escolhas

. todas as tags

.outras andanças

.fotomemória

.companheiros

. Migração

.Ofeliazinha

Ofeliazinha

.Fraternidade

Fraternidade
Estou no Blog.com.pt

.Quantos já passaram

Terça-feira, 22 de Novembro de 2005

Vivemos num paraíso...

Já estamos habituados ouvir dizer que está tudo bem nos Açores… ora é o secretário regional da Economia a dizer que nos Açores não existe crise; ora é o secretário regional da Educação Ciência e Tecnologia a referir que as nossas escolas estão óptimas, que o nosso sistema de ensino é admirável, que temos implementado na Região medidas que só agora começam ser implementadas no território continental…enfim…
Entretanto, Carlos César, este fim-de-semana, no Congresso Regional do PS, ao efectuar o balanço dos dois últimos anos de governação socialista na Região afirmou que “foi como subir o Pico com um fardo às costas. Nós a trabalhar e o continente a puxar para baixo”.
No entanto, Carlos César não diz é que já se “esqueceu” da promessa feita aos jovens açorianos quando o Governo da República decidiu acabar com os juros bonificados para aquisição de habitação, altura em que referiu que seria encontrada uma alternativa para os jovens da Região. O certo é que passado tanto tempo, ainda se continua a aguardar tal alternativa…
O que César não referiu é que a “mania” da aposta no turismo – não como sector económico complementar mas como alternativa à nossa base económica – está a ser feita, em alguns casos com elevados custos em termos de impacte ambiental e destruição da paisagem (como será o caso da construção do hotel e do campo de golfe na Ribeira Grande, em plena zona pertencente à rede natura 2000).
O que César não disse é quais serão os custos económicos da “febre” de alienação de património público e de criação de empresas públicas (que certamente exigem um quadro de técnicos e gestores, possivelmente muito bem pagos pelos cofres da Região).
O que o Presidente do Governo Regional se “esqueceu” de referir igualmente é que segundo os dados estatísticos do desemprego este tem diminuído porque as estatísticas não são feitas tendo por base a população em idade activa, mas sim com base no número de inscritos nos Centros de Emprego e Formação Profissional (incluindo muitas vezes pessoas que se encontram a frequentar formação profissional)…
O que este Governo continua sem dizer, é que temos os agricultores a passarem por enormes dificuldades, fruto da Política Agrícola Comum que tem tentado asfixiar completamente a nossa agricultura… ou que temos os nossos pescadores a passarem por dificuldades enquanto outros usam e abusam das riquezas dos nossos mares, delapidando os recursos marinhos que temos…
O que se “esquecem” igualmente de dizer, é que, ao contrário do que é veiculado pelo secretário da tutela, temos grandes e graves problemas nas escolas açorianas, começando desde logo pelo 1º Ciclo do Ensino Básico. Continuamos a ter crianças com três e quatro anos sem acesso ao Ensino Pré-Escolar – apesar do Sr. secretário referir o contrário – temos professores que nem fotocópias conseguem tirar para os seus alunos tais são as restrições orçamentais por parte da tutela.
O que se “esquecem”, é que vivemos numa Região composta por nove ilhas e onde, apesar do conceito de desenvolvimento harmónico e equilibrado do todo regional, as discrepâncias entre ilhas, quer em termos de desenvolvimento, quer em termos de investimento público, são enormes.
Mas nós não esquecemos que temos sido governados ora por socialistas, ora por sociais-democratas e que a actuação em termos de políticas de fundo é basicamente igual, tirando uma nuance aqui ou acolá…
Segundo eles, vivemos num paraíso… para nós, a realidade é bem diferente!

analfabetado por ilheu às 08:40

para onde devo ir | ajuizar | juntar...
|

2 comentários:
De Anónimo a 8 de Dezembro de 2005 às 13:11
http://great-portuguese-disaster.blogspot.com/

MIGUEL CADILHE COMPAROU O ANÍBAL A UM EUCALIPTO.
VOCÊ, CIDADÃO ELEITOR, IGNORANTE EM BOTÂNICA,
"PENSA... DE... QUE?"

. Ele tem toda a razão

. Mais parece uma Rosa de Boliqueime

. É um bolbo fora de moda

. É uma sardinheira, carinhosamente regada pela sua Modesta e Modista

. Parece mais um abacaxi madeirense, versão "Cônt'nênte"

Arrebenta
(http://great-portuguese-disaster.blogspot.com/)
(mailto:alarme@doglover.com)


De Anónimo a 28 de Novembro de 2005 às 12:39
http://maislivre.blogspot.com/">http://maislivre.blogspot.com
Randomblog
(http://maislivre.blogspot.com/)
(mailto:tiagoms3@yahoo.com.br)


Comentar post

.memórias

. Março 2009

. Junho 2007

. Junho 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

.Ofeliazinha

Ofeliazinha

.fotomemória

.Quantos já passaram

.subscrever feeds