"o pior analfabeto é o analfabeto político..." Bertold Brecht

.quem sou

.Março 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.recentemente

. Dia do Pai...

. O analfabeto político

. Um cravo de Fraternidade

. Abril, mês dos cravos e d...

. Com irregularidades, mas ...

. Poema...

. Digam lá se isto não é de...

. O que nasce torto…

. Erro de autarca põe idoso...

. Homens e mulheres unidos ...

.as escolhas

. todas as tags

.outras andanças

.fotomemória

.companheiros

. Migração

.Ofeliazinha

Ofeliazinha

.Fraternidade

Fraternidade
Estou no Blog.com.pt

.Quantos já passaram

Terça-feira, 19 de Julho de 2005

Entre uns e outros venha o diabo e escolha...

“Entre uns e outros venha o diabo e escolha”, realmente o velho ditado assenta que nem uma luva ao que tem sido a prática dos sucessivos governos do PSD e do PS, pois se uns dizem mata, os outros dizem esfola.
Ao longo de trinta e um anos de democracia, temos andado numa alternância de cores entre os laranja e as rosas, sem que haja alternância de políticas, quer em termos de política económica, social, laboral, educacional… enfim…
Tanto com as laranjas, como com as rosas, tem havido pontos comuns: a desresponsabilização do Estado em matérias fundamentais que se encontram consagradas na Constituição da República Portuguesa, e os sucessivos ataques aos direitos e conquistas de Abril.
Um dos direitos conquistados com a Revolução dos Cravos e consagrado na Constituição da República, é o da participação activa e interventiva dos cidadãos na vida pública, direito esse que é exercido através das várias formas de participação, seja ela directa ou indirecta.
Lamentável é o desinteresse de todos e cada um de nós pela participação activa, seja ela através do exercício do direito de voto, da organização em diferentes associações, da assistência às reuniões do poder autárquico (assembleias de freguesia e municipais).
Durante os primeiros meses deste ano, decorreram por todas as ilhas diversas iniciativas integradas no Congresso da Cidadania, naquela que foi sem dúvida uma boa aposta do Ministro da República para os Açores, mas cujas resultados práticos ainda são difíceis de avaliar.
É verdade que a educação cívica é sem dúvida um dos factores essenciais para a formação de cidadãos conscientes e interventivos e que tal formação deve ser feita não só no seio familiar, mas também na escola.
Todos nós temos um deficit acentuado de consciência cívica, que leva a um desinteresse enorme pela “coisa pública”.
É lugar comum ouvirmos dizer “eu não me interesso por política!”, ou “os políticos são todos iguais!”.
Também não é menos verdade que a maioria de nós nem conhecemos a Constituição da República, desconhecendo os direitos, liberdades e garantias que se encontram consagrados.
Por outro lado, normalmente limitamos a nossa participação política ao acto de votar (quando o fazemos), abstendo-nos depois de toda e qualquer participação.
Actualmente vivemos um momento de forte contestação social e política e a prova disso tem sido a adesão às formas de luta que os vários sindicatos têm convocado a nível nacional, com muitos milhares de trabalhadores a aderirem às greves e às manifestações.
Mas a última semana ficou igualmente marcada por mais uma reunião do Conselho Regional de Juventude (CRJ), na qual mais uma vez foi demonstrada a atitude autista, prepotente e arrogante do Governo de Carlos César em matéria de política juvenil.
Tudo leva a crer que as intenções do Governo Socialista, particularmente de Álamo Meneses, é a de uma crescente governamentalização de um organismo em cuja génese esteve a intervenção e a participação dos jovens na definição das políticas juvenis a implementar na Região.
Realmente entre as actuações dos governos do PSD e do PS em matéria de juventude, venha o diabo e escolha…

analfabetado por ilheu às 09:18

para onde devo ir | ajuizar | juntar...
|

5 comentários:
De Anónimo a 5 de Agosto de 2005 às 22:37
1º Encontro Informal de Bloguers Comunistas e Amigos
É chegada a hora de decidirmos o dia, a hora e o local para o nosso encontro na Festa do Avante. Para o efeito, convido-vos a deixarem expressa a vossa opinião, no espaço dedicado às «opiniões» a este texto. Depois, tentaremos chegar a consenço. Participem!
http://bloguerscomunistaseamigos.blogspot.com/ze_ant
(http://bloguerscomunistaseamigos.blogspot.com/)
(mailto:jose_a_m_silva@sapo.pt)


De Anónimo a 28 de Julho de 2005 às 00:10
Realmente é frustante, para aqueles de nós que de alguma forma participam nas lutas diárias contra este sistema, vermos que só uma infima parte da população participa activamente no rumo do país.
Mas também sabemos que é difícil não cair no alheamento, seja através do entretenimento ou da preguiça.
Basta, para tal, vermos a capacidade de atracção tanto da TV como da internet em nos distrair.
Apesar de tudo não podemos é desistir.ze_ant
(http://iletradosunidos.blogspot.com/)
(mailto:jose_a_m_silva@sapo.pt)


De Anónimo a 26 de Julho de 2005 às 12:44
MANIFESTO CONTRA O TGV E O AEROPORTO DA OTA

Portugal vive hoje uma das piores crises económicas dos últimos 30 anos! A economia está a recuar e a taxa de desemprego oficial (7.5%) esconde ainda, muitos mais trabalhadores no desemprego!(550mil) As fábricas, deslocalizam-se impunemente para países onde a mão de obra é mais barata e os trabalhadores portugueses, defronte das opções restantes (fome ou escravidão assalariada), emigram também eles em busca de melhores condições de vida!
Mas aqui há responsabilidades atribuídas! Os sucessivos governos PS, PSD e também CDS/PP tem culpas no cartório! As erradas opções governamentativas que se tomaram ao longo dos anos, contribuíram largamente para a precarização do trabalho e a destruição do sistema produtivo nacional! Em prol e ordem das directivas europeias, cada vez produzimos menos e cada vez mais a riqueza do nosso país decai!
Contrariando todas as expectativas, nas quais declinavam a hipótese deste conselho de ministros ser menos eficiente e produtivo que o anterior. Iniciou o mandato, abriu a desgraça! O governo de Sócrates, avançou desde logo com o aumento do IVA quebrando assim uma promessa eleitoral. Não revogou o código de trabalho (medida ansiosamente esperada) e ainda retirou inúmeros direitos à função pública. Direitos estes, conquistados com muitas lutas e que serviam de referência para futuras metas do sistema privado!
Noutro tom, mas com o mesmo objectivo, Sócrates apresentou a nova "teoria da tanga", reformulada e em diversos actos. Continuando a obsessiva fixação pelo défice, apelou ao povo português, para uma vez mais "apertar o cinto e compreender a situação”: a grave crise que o país está a atravessar!
E quando todo o discurso estava assente na máxima: "É preciso reduzir a receita e aumentar a produtividade", eis que é apresentado o plano prioritário de investimentos, onde figuram estes dois projectos megalómanos:
- TGV
- Aeroporto da OTA
Não se trata de um investimento na produção, inovação ou no combate ao desemprego! São dois projectos ligados aos transportes, de milhares de milhões de euros, completamente dispensáveis em qualquer altura, ainda mais em tempo de crise!

Protesta contra esta hipocrisia!

Apela à defesa do sistema produtivo nacional!

Luta por mais direitos sociais!

SUBSCREVE ESTE MANIFESTO!

http://contratgveota.pt.vutgv
</a>
(mailto:cerf@portugalmail.pt)


De Anónimo a 23 de Julho de 2005 às 21:49
Tenho um galhardete do Gonçalo Velho à espera de um endereço para o enviar.Vítor Ricardo
</a>
(mailto:vmvricardo@sapo.pt)


De Anónimo a 19 de Julho de 2005 às 17:51
há muito tempo que pus um link do teu blog no meu.
Porém não conseguste retribuir a gentileaza, BOLAS...A Bandeira Vermelha
(http://bandierarossa.blogs.sapo.pt/)
(mailto:x04658032000@yahoo.com.br)


Comentar post