"o pior analfabeto é o analfabeto político..." Bertold Brecht

.quem sou

.Março 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.recentemente

. Dia do Pai...

. O analfabeto político

. Um cravo de Fraternidade

. Abril, mês dos cravos e d...

. Com irregularidades, mas ...

. Poema...

. Digam lá se isto não é de...

. O que nasce torto…

. Erro de autarca põe idoso...

. Homens e mulheres unidos ...

.as escolhas

. todas as tags

.outras andanças

.fotomemória

.companheiros

. Migração

.Ofeliazinha

Ofeliazinha

.Fraternidade

Fraternidade
Estou no Blog.com.pt

.Quantos já passaram

Quinta-feira, 9 de Junho de 2005

Tirem-me deste filme...!

Ao ouvir “As Escolhas de Marcelo”, no passado domingo, fiquei sem saber se estava com problemas de audição, ou se seria o professor Marcelo que teia tido um súbito ataque de loucura…
Quando se ouve, um homem de direita, que já foi presidente do PSD, defender e concordar com um princípio que não só é defendido, como posto em prática pelos eleitos comunistas – o de não serem beneficiados ou prejudicados pelo facto de estarem a exercer cargos públicos – só restam algumas das seguintes hipóteses:
1 – Ou eu ouvi mal – o que duvido que tenha acontecido pois não fui a única pessoa a escutar as afirmações feitas pelo professor, com ar sério e convicto…
2 – Ou o homem teve um ataque súbito de loucura, pois defende algo que contraria aquilo que tem sido defendido e posto em prática pelo seu partido – isto caso estivesse a ser sincero e honesto…
3 – Ou então, a demagogia atingiu limites preocupantes e inquietantes, criando a confusão generalizada e fazendo com que não se consiga distinguir quem fala a verdade, ou melhor, quem diz o que pensa ou quem diz o que a população quer ouvir, mesmo que pense o contrário.
No nosso país, há situações que assumem proporções surrealistas… primeiro, tivemos Freitas do Amaral e Mário Soares a contestarem a invasão do Iraque; depois tivemos Freitas do Amaral a participar no aniversário de Mário Soares; de seguida, o ex-presidente do CDS-PP aceita fazer parte de um governo do PS… agora, temos o professor Marcelo a defender que os deputados e os membros do Governo deviam ganhar consoante a actividade profissional que exerciam antes de ocuparem os cargos…
Ao mesmo tempo, Jardim, não só cria e faz aprovar uma lei que o irá beneficiar (e de que maneira), como mais uma vez, numa daquelas suas tiradas habituais, não só volta a insultar os jornalistas, como numa época em que se retoma o discurso da tanga, em que são anunciadas medidas de austeridade para os trabalhadores, tem o descaramento de afirmar publicamente que os políticos ganham mal...
Por seu turno, José Sócrates, em resposta ao escândalo das reformas de alguns dos seus ministros vê-se obrigado a anunciar o fim de alguns privilégios para a dita “classe política”. Tentando “tapar o sol com a peneira” e ludibriar os menos atentos com o discurso de que todos irão pagar a crise.
Entretanto, Sócrates anuncia medidas que restringem a acumulação de vencimentos, numa atitude de demagogia uma vez que os implicados poderão escolher qual a fonte de rendimentos de que prescindem, continuando contudo numa situação de favorecimento em relação à maioria dos trabalhadores.
Esta situação seria facilmente resolvida, caso se optasse por aplicar o princípio de que quem foi eleito para um determinado cargo, não deve ser prejudicado nem beneficiado pelo facto de o estar a exercer, auferindo o rendimento correspondente ao recebido durante o exercício da sua actividade profissional.
No entanto, dizem eles que tal situação levaria ao afastamento dos bons políticos, afirmação com a qual não posso concordar, uma vez que no meu entender, bons políticos são os que ocupam os cargos para servir a população que os elegeu e não para se servirem dos cargos que ocupam.
Estas medidas ou intenções de José Sócrates, não me convencem e vêm mais uma vez provar que vamos continuar a ter mais do mesmo, com outras caras…
Mas, sinceramente, numa altura como esta, em que se vê gente dita de esquerda a continuar políticas de governos de direita, em que se vê gente de direita defender medidas que, normalmente, são defendidas por gente de esquerda… em que há toda esta confusão, só posso dizer o seguinte: Tirem-me deste filme!!!!!!!!!!!

analfabetado por ilheu às 13:29

para onde devo ir | ajuizar | juntar...
|

.memórias

. Março 2009

. Junho 2007

. Junho 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

.Ofeliazinha

Ofeliazinha

.fotomemória

.Quantos já passaram

.subscrever feeds