"o pior analfabeto é o analfabeto político..." Bertold Brecht

.quem sou

.Março 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.recentemente

. Dia do Pai...

. O analfabeto político

. Um cravo de Fraternidade

. Abril, mês dos cravos e d...

. Com irregularidades, mas ...

. Poema...

. Digam lá se isto não é de...

. O que nasce torto…

. Erro de autarca põe idoso...

. Homens e mulheres unidos ...

.as escolhas

. todas as tags

.outras andanças

.fotomemória

.companheiros

. Migração

.Ofeliazinha

Ofeliazinha

.Fraternidade

Fraternidade
Estou no Blog.com.pt

.Quantos já passaram

Segunda-feira, 23 de Maio de 2005

14 razões dos comunistas e de outros revolucionários para dizer



pelos signatários [*]


Os comunistas signatários do texto abaixo são originários de países diversos e pertencentes a diferentes organizações. Entretanto, estamos de acordo em dizer NÃO ao texto proposto como Constituição da UE.

Sem entrar numa análise pormenorizada do Tratado que precisa o conteúdo da Constituição da UE, texto que está inteiramente ao serviço dos grandes grupos capitalistas e ataque os interesses dos trabalhadores da própria UE, resumimos as razões do nosso NÃO ao texto proposto.

1) Ele consolida um Estado supra-nacional que, com suas instituições (Presidente, ministro dos Negócios Estrangeiros e exército), diminui a soberania dos Estados membros (suas Constituições ficam subordinada à europeia), e dá a prioridade à economia de mercado como lei fundamental.

2) Reforça o carácter imperialista da UE ao criar uma Agência Europeia do Armamento, ao aconselhar um aumento das despesas militares e ao aceitar a filosofia das guerras preventivas e a relação dos Estados membros com a NATO.

3) Trata-se de um texto anti-democrático devido à maneira como ele foi elaborado e aprovado.

4) Ele recusa do direito dos povos à autodeterminação.

5) As únicas liberdades que são garantidas são aquelas do grande capital. As mercadorias podem circular livremente ao passo que as pessoas são discriminadas em função do seu lugar de origem.

6) Legaliza o lock-out, enquanto dificulta a coordenação das lutas operárias.

7) Facilita a perda de postos de trabalho e o aumento do desemprego ao dar todas as facilidades às grandes empresas para exportar os seus lucros, falsificar suas perdas e vender suas propriedades.

8) Diminui os direitos dos trabalhadores ao recusar manter as conquistas de cada país no campo do direito do trabalho e do direito social.

9) Relega os respeito do ambiente a um segundo lugar, ao dar toda a prioridade ao conceito de competitividade, e ao reforçar o controle das leis económicas pelas empresas multinacionais.

10) Favorece a privatização do serviços de saúde, do ensino, da cultura, dos transportes, das comunicações e de outros serviços, ao dar a prioridade à liberdade de mercado ao invés da satisfação correcta e gratuita destas necessidades.

11) Consolida a discriminação das mulheres pois não propõe qualquer medida real susceptível de eliminar a desigualdade entre os sexos que se manifesta em quase todos os aspectos da vida.

12) Desenha uma política agrícola e de pesca submetida às grandes multinacionais agro-alimentares que continuará a provocar a ruína dos pequenos agricultores e pescadores.

13) Intensifica o papel repressivo das polícias e dos exércitos ao consolidar a possibilidade de intervenção dos mesmos em caso de "subversão das instituições democráticas" num Estado membro.

14) Legaliza a exploração e a opressão dos povos do Terceiro Mundo pois exige a aplicação dos seus princípios liberais ao mundo inteiro através da Organização Mundial de Comércio (OMC) e de outras instituições internacionais.

Europa, Abril de 2005.



Signatários:

Alemanha
Stehr, Heinz, Presidente del Partido Comunista Alemán (DKP)
von Raussendorff, Klaus, Bonn

Bélgica
Cottenier, Jo, Membre du Bureau polique, PTB
De Belder, Bert, Département international, PTB
Deckers, Baudouin, Secrétaire général, Parti du Travail de Belgique (PTB)
De Vos, Pol, Coordinateur STOP USA, Président de la Ligue anti-impérialiste
Lerouge, Herwig, Chef du Service d'études , PTB
Mertens, Peter, Membre du Bureau polique, PTB
Pestieau, Jean, Département international , PTB
Van Damme, Wouter, Président, COMAC, Mouvement de Jeunes du PTB

Chéquia
Stefec, Zdenek, Presidente de la Union de las Juventudes Comunistas

Dinamarca
Petersen, Jorgen, presidente del Partido Comunista de Dinamarca ML
Tarp, Sven, secretario internacional del Partido Comunista de Dinamarca ML

Inglaterra
Brooks, Andy, General Secretary, New Communist Party of Britain
Duffy, Peter, retired national Trade Union officer
Rule, Ella, Secretaria de Internacional del Partido Comunista de GB (m-l)

Eslováquia
Gallo, Jan, Partido Comunista da Eslovaquia

Espanha
Bada, Ramon, pensionista i emigrante, Comision de Internacional del PCPE
Bazo, Diana, profesora de historia, Sec. Gral. de los CJC (jovenes comunistas)
Boix, Quim, ingeniero, Comision de Internacional del PCPE
del Prado, Leopoldo, abogado, Comision de Internacional del PCPE
Diaz, Julio, autonomo, Responsable de Organización del PCPE
Ferraz, Ferran, funcionario, responsable de Formacion Politica del PCPE
Garcia-Cordoba, Juan-Luis, sindicalista, Vice-secretario General del PCPE
Maestro, Ángeles, Corriente Roja, médica, exdiputada en el Congreso por IU
Suarez, Carmelo, arquitecto, Secretario General del PCPE.

Estónia
Mishin, Yuri, Partido Comunista de Estonia

França
Alleg, Henri, militant internationaliste, ancien directeur d' Alger Républicain
Antonini, Daniel, président de la commission internationale du PRCF
Biard, Joël, professeur des universités
Bleitrach, Danielle, Univ-aix.fr
Boudin, Henri, militant internationaliste, assoc. d'amitié avec RPD de Corée
Charvin, Robert, Professeur d'Université
Chubilleau, Emmanuel, miembro del PCF, estudiante
Cukierman, Maurice, URCF (Union Révolutionnaire Communiste de France)
Dejours, Jean-François, membre du PRCF
Djament, Aurélien, PRCF Responsable commission jeunesse
Flament, Vincent, S.Gral. du Comité Honecker de Solidarité Internationale
Fovet, Marie-France, profesora, Comité France-Cuba 62 Pas-de-Calais.
Gastaud, Georges, Philosophe, directeur d' "Initiative Communiste"
Hage, Georges, député, doyen de l'As. Nat., présidence collective du PRCF
Hemmen, Jean-Pierre, Président délégué du PRCF
Herrera, Rémy, Professeur d'université
Lacaze, Jacques, Dr., conseiller municipal de Lievin dirigeant du PRCF
Lacroix, Alexis, enseignant, Resp.Org.du réseau JRCF (Jeunes du PRCF)
Lacroix-Riz, Annie, syndicaliste (Snesup), professeur d'histoire Paris 7
Landini, Léon, ancien Résistant FTP-MOI, présidence collective du PRCF
Lavaud, Bernard, Secretario federal del PT (Partido del Trabajo)
Latour, Patricia, redactrice en chef du Manifest, Gauche Communiste du PCF
Lavallée, Ivan, Dr d'état es Sciences, Professeur des universités
Lenormand, Pierre
Lopez, Françoise, Presidenta de la asociacion "Cuba Si France Provence"
Pranchere, Pierre, ancien député français et européen, présid. collective PRCF
Tchkarian, Arséne, ancien Résistant, dernier survivant du Groupe Manouchian
Willi, Camp Anti-impérialiste.

Grécia
Tselikas, Lambros, miembro el KKE, Partido Comunista de Grecia

Holanda
Der Klifz, Wilvan, Nuevo Partido Comunista de Holanda

Itália
Capuano, Michele, director La Comune, Informacion de Democracia Popular
Cararo, Sergio, Red de los Comunistas
Fortuna, Riccardo, consigliere Provincia di Viterbo P. de los Comunistas
Massimo Vernillo, Fabio (AIASP)
Satopadre, Marco, Red de los Comunistas

Malta
Degiovanni , Victor, Partido Comunista de Malta

Portugal
Urbano Rodrigues, Miguel, escritor.

Suécia
Anderson, Eric, Secretario Internacional do Partido Comunista

Este documento encontra-se em http://resistir.info/ .

analfabetado por ilheu às 15:10

para onde devo ir | ajuizar | juntar...
|

.memórias

. Março 2009

. Junho 2007

. Junho 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

.Ofeliazinha

Ofeliazinha

.fotomemória

.Quantos já passaram

.subscrever feeds